Índia

SOBRE O DESTINO

A Índia é um país muito exótico a maioria das pessoas, proporcionando aos turistas diversos aspectos e pontos de vistas sobre o local, com suas peculiaridades e paisagens exuberantes, como os desertos, as dezenas de cidades milenares, florestas tropicais e montanhas nevadas. Nos últimos anos, o país investiu fortemente no turismo, tornando-o um dos destinos mais procurados do mundo. Quando se fala em Índia, é impossível não se lembrar do Taj Mahal, de Mahatma Gandhi, dos tecidos coloridos, das comidas exóticas, do Rio Ganges, dos elefantes e encantadores de serpentes, e principalmente da e religião, além de outros diversos elementos que o caracterizam como um país único e especial.

PRINCIPAIS ATRATIVOS

Poucos países do mundo são mais desafiadores que a Índia. Tão caótico, mas tão incrível, este país pode mudar a vida de qualquer um. O choque envolvido numa viagem à Índia é sem igual!

DÉLI

A capital do segundo país mais populoso do mundo reúne milhões de pessoas em meio a um tráfego insano e ruelas onde carretas, bicicletas e transeuntes se esbarram incessantemente. A cidade é dividida simbolicamente por duas partes, a Nova Déli, capital da Índia e sede do governo da maior democracia do mundo, sendo uma cidade moderna, oferecendo avenidas contornadas por árvores, parques espaçosos e o característico estilo arquitetônico de Lutyen. E a Velha Déli, com uma história que se arrasta pelos séculos, ruas estreitas e ventosas, templos, mesquitas e bazares. A cidade abriga também alguns patrimônios da humanidade como a Tumba de Humayun, Qutb Minar e o Forte Vermelho, mas o melhor mesmo é se perder e conhecer templos hindus, sentir os sons e deliciar-se com a saborosa culinária local, repleta de opções de curries.

India---Delhi

Portão da Índia - Déli

AGRA

A cidade de Agra, onde está localizado o Taj Mahal, considerado uma das Novas Maravilhas do Mundo Moderno, é um lugar muito romântico, com uma beleza extravagante e muita riqueza. Além disso, Agra possui muitas construções do povo Mongol, que deixaram suas heranças arquitetônicas, afinal, a cidade foi a capital do Império Mongol, que dominou praticamente toda a Índia entre os séculos 16 e 19. A cidade possui numerosos monumentos, palácios, fortes, mausoléus e jardins que carregam a forte cultura local.

India---Taj-Mahal-2

Taj Mahal - Agra

JAIPUR

Com cerca de 3 milhões de habitantes, Jaipur, conhecida como a cidade rosa, tem tudo de melhor que a Índia pode oferecer, mas não deixa de ser caótica, confusa, suja e lotada, como a maioria das cidades da Índia. Jaipur é conhecida como a cidade rosa, pois em 1876, o Marajá Sawai Ram Singh ordenou que toda a cidade fosse pintada dessa  cor (que significa hospitalidade). A longa estrada que separa a capital do Rajastão de Nova Déli reserva experiências únicas, que se tornam ainda mais interessantes ao atravessar a planície desértica e chegar à cidade, onde tudo parece mudar de humores. Jaipur encanta pelos mercadores de rua, pelas paredes caiadas de rosa e uma atmosfera alegremente caótica.

India---Elefante

Jaipur

MUMBAI

Mumbai ganhou esse nome em 1995, em homenagem à deusa hindu Mumba. Anteriormente, se chamava Bombai, batismo da época dos colonos ingleses. Localizada na costa oeste indiana, a metrópole é hoje o principal polo financeiro e cultural do país, além de oferecer um pouco de tudo: é casa de artistas e gangsters, pescadores e milionários, slumdogs e intelectuais, da maior indústria cinematográfica, a Bollywood, e da maior floresta tropical localizada em área urbana do mundo. Há quem diga que Mumbai é ao mesmo tempo a Nova York e a Hollywood do Oriente.

India---market-in-India

Mumbai

UDAIPUR

Udaipur é uma das outras muitas cidades que se difere muito das principais do país, o que não significa que ela deixa de ser caótica, mas sim que possui um charme peculiar em si. A cidade se desenvolveu ao redor de dois grandes lagos considerados sagrados pelos indianos e, por conta disso, ela se tornou mais charmosa e arejada que as demais, atraindo turistas que procuram por uma experiência mais mística e especial, em meio a vacas e macacos soltos pelas ruas, trazendo um cenário único. Além disso tudo, Udaipur também é considerada a cidade mais romântica da Índia.

India---Karnataka

Udaipur

RISHIKESH

Rishikesh é uma cidade com um significado sagrado para os hindus, por conta de ser banhada em toda a sua extensão pelas águas cristalinas do Ganges, que vem direto das montanhas e em nada se parece com o Ganges que atravessa Varanassi. Em alguns pontos é possível até nadar no rio e hoje há algumas empresas que estão desenvolvendo a parte de turismo de aventura focada no rafting e boiacross. Além das costumeiras vacas, a paisagem divide espaço com macacos sagrados, estátuas gigantes de deuses hindus, monges, templos e aulas de yoga. Rishikesh é, aliás, a capital mundial do yoga, título que atrai a maior parte dos turistas que passam por lá. Tudo o que tem a ver com a espiritualidade indiana você acha em Rishikesh.

India---mulher

Rishikesh

VARANASSI

Varanasi é um dos destinos mais sagrados e adorados pelos indianos. O seu nome significa Porta do Céu, o local que dá acesso à vida eterna, o último e mais desejado estádio da existência para a religião hindu. Além disso, a cidade é uma das mais antigas e religiosas do mundo, como também um dos mais incríveis e completos destinos para quem viaja rumo à Índia. O destino de todos os turistas que chegam a Varanasi é a cidade velha, uma região formada por ruelas estreitas e labirínticas que se entrelaçam até chegar ao rio. Varanasi é a cidade onde o dia começa cedo, quando surgem os primeiros raios de sol e aos poucos os habitantes vão aparecendo com seus trajes coloridos e jarros na mão, se dirigindo as escadarias do Ganges. Um dos maiores Ghats (escadarias), o Dasaswamedh, recebe um ritual de agradecimento diário, sempre após o pôr do sol. A cidade é imperdível para quem deseja conhecer a verdadeira essência do país!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Varanassi

KERALA

Praias, rios e uma floresta tropical muito familiar e fascinante, o Kerala é o destino perfeito para aqueles que resolvem fugir da rota tradicional e desbravar o sul da Índia. Além de toda a sua beleza natural, o estado possui o maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Índia, uma taxa de alfabetização que ultrapassa os 90% e o título de estado menos corrupto do país. Há muitas cidades para serem visitadas por lá, como Thiruvananthapuram (capital do estado e abriga o famoso Templo de Sri Padmanabhaswamy), as praias de Kovalam e Varkala, Kollam, Kochi (principal ponto comercial), Allepey (ou Alappuzha, conhecida também como a “Veneza do Oriente”), Munnar, entre tantas outras. Porém lembre-se, nenhuma viagem ao Kerala estará completa sem uns dois ou mais, dedicados a contemplar as suas tranquilas águas à bordo de um houseboat. O Kerala também é famoso pelo Kathakali, uma das manifestações tradicionais do local. A combinação de dança e teatro reúne com oponente expressividade personagens mitológicos do universo religioso indiano. Deuses, demônios e seres sobrenaturais entrelaçando-se na beleza entre forma e movimento.

India---The-Lake-Gadisar-Jaisalmer

Kerala

KHAJURAHO

Perdidos em uma vasta planície da província indiana de Madhya Pradresh, existe um conjunto de fabulosos templos monumentais construídos durante o apogeu da dinastia Chandella entre 950 e 1050. O complexo de santuários jainistas e hindus de Khajuraho traz o melhor da arquitetura e arte escultórica do período. Apesar de apenas 22 das 85 torres terem sobrevivido, todas estão em excelente estado de conservação e são um dos mais bem preservados testemunhos do período na Índia. Listados como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, são uma visita que vale a pena, principalmente para quem viaja por terra entre Jaipur e a cidade sagrada de Varanassi.

INDIA 8

Khajuraho

DICAS

– Não é obrigatório fazer seguro viagem para a Índia, mas é sempre recomendável.

– Tenha muito cuidado com a alimentação e se hidrate bastante com água mineral.

– Comer carne bovina é pecado na Índia, por isso é difícil encontrar. Até o fastfood mais famoso do mundo, o McDonald’s, só vende hambúrgueres de carneiro e tem até uma opção vegetariana, o McVeggie.

– Não é aconselhável alugar um carro no país. O trânsito é caótico e é necessária muita experiência.

– A presença de redes internacionais no varejo local é proibida por lei, portanto, não existem hipermercados por lá. As alternativas são feiras, mercadinhos, lojas de conveniência e mercados de médio porte.

– A Índia é muito famosa pelos seus festivais. Entre os principais estão: Holi (Festival de Cores), que ocorre em fevereiro ou março e simboliza a chegada da primavera; o Diwali (Festival de Luzes), que ocorre durante cinco dias nos meses de outubro ou novembro e simboliza o triunfo do bem sobre o mal; o Navrati (Festival das Nove Noites), que ocorre em setembro ou outubro e simboliza a deusa Mãe Hindu, Shakti, celebrada em todas as suas nove encarnações, e no décimo dia vira o festival Durga Puja, que celebra a vitória de Durga, a Deusa Guerreira, sobre um demônio.

– A melhor época para ir à Índia é entre novembro e abril. Período do inverno indiano que não é afetado pelo temido e grandioso regime de monções, além da diminuição da propagação de doenças. No norte, incluindo em Nova Déli, as temperaturas podem cair para perto de zero até mais ou menos o início de março, quando o tempo volta a esquentar. Já mais ao sul, em cidades como Mumbai e os estados de Goa e do Kerala, são quentes o ano inteiro.

– Se você é mulher e pretende ir à índia, evite sair sozinha, principalmente à noite. É sempre bom ter alguém de confiança para fazer companhia ou fazer a viagem toda acompanhada de um homem. Outra dica é se vestir da forma mais discreta possível, evite roupas muito curtas e decotes.

– Evite entrar desacompanhada em táxis, tuk-tuks ou transporte público. Se tiver que fazê-lo, peça o carro em uma corporativa por telefone, anote o número da placa e o nome do motorista e deixe algum conhecido avisado. Nos trens urbanos e metrôs, sempre utilize o vagão reservado para mulheres.

– Nos trens de viagem, compre sempre bilhetes para as classes 3AC ou superior. Se você for viajar durante à noite e seu trem não tiver cortina para te garantir privacidade, você pode improvisar uma com um lençol. Nos ônibus, sente-se do lado de uma mulher se for possível.

– Se for à Índia no verão, aproveite para visitar a região da Caxemira, que costuma ficar congelada no resto do ano.

– No formulário da imigração, que será entregue no avião, você deverá informar um endereço no país. Coloque o endereço do hotel ou da casa onde for se hospedar.

– A Índia tem mais de 20 idiomas oficiais, além de vários dialetos. O hindi é a língua mais comum, mas tem quem fale urdu, bengali, kashmiri, punjabi, kannada, gujarati, telugu e até português.

– Além da vacina obrigatória contra febre amarela, também é recomendável se vacinar contra a poliomielite (mesmo que você já tenha sido vacinado quando criança), hepatite A, hepatite B (para viajantes com até 49 anos), raiva, tétano, gripe, febre tifoide e encefalite japonesa.

– Algumas áreas da Índia também sofrem com uma alta incidência de malária, em especial os estados de Goa, Chhattisgarh, Gujarat, Jharkhand, Karnataka (exceto Bangalore), Madhya Pradesh, Maharashtra (exceto Mumbai, Nagpur, Nasik e Pune), Orissa e West Bengal (exceto Calcutá), além das Andaman e Nicobar. Não existe vacina contra a doença, mas a prevenção é possível por meio de remédios.

Moeda: Rupia indiana

Fuso horário: + 8h30 em relação à Brasília

Idioma: Hindi e Inglês

Código do país: +91

Voltagem | Tipo de Tomada: 220V, 230V | Tipo C, D, G e M, mas é recomendado levar adaptador universal

Aeroporto principal: Aeroporto Internacional Indira Gandhi (DEL), em Nova Déli, Aeroporto de Jaipur (JAI) e Aeroporto Internacional de Chhatrapati Shivaji (BOM), em Mumbai

Documentação: É necessário visto e passaporte válido por no mínimo seis meses

Vacina: É obrigatório apresentar o Certificado Internacional de Vacinação contra a febre amarela, que deve ser tomada pelo menos 10 dias antes da viagem. Inclusive, é um pré-requisito para a emissão do visto

Peso bagagem: Consulte sua companhia aérea

Consulado: 8, Aurangzeb Toad, New Delhi – 110011.  Telefone: +91 11 2301 7301

PACOTES

A BWT Operadora oferece diversos pacotes para a Índia, confira a lista:

HOTEIS

A BWT Operadora oferece diversos hoteis para o Índia, confira a lista:

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

O seu telefone (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem

https://www.bwtoperadora.com.br/transacional/masterpricer?SearchType=Hotel&Location=Delhi%20&LocationId=1032556&CheckIn=18/12/2016&CheckOut=21/12/2016&Rooms=1&Adults=1&Children=0&ChildAges=&HotelName=